Rio Doce Terra

# Cotidiano

Muitas das coisas que ficaram para trás
Deveriam mesmo ser esquecidas
Mas meu coração às vezes tem lágrimas
E essas nunca passam desapercebidas

Busco no passado cheiros e sensações
Que não deveriam fazer parte do meu presente
Mas meus pensamentos às vezes tem nostalgias
E essas nunca desapareceram completamente

São devaneios que cobrem brechas atuais
Diante de momentos tão vazios
Saudosa felicidade que parece não mais

São momentos que vão acabar por passar
Diante da realidade atropelante
Duro cotidiano que parece não querer se dissipar